DiaaDiaES.com.br

Victor Coelho fala sobre a implantação do Samu em Cachoeiro

O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho, ao lado da secretária de Saúde, Luciara Botelho, e do deputado estadual Alexandre Quintino, anunciou nesta quinta-feira (30) que foi publicado no Diário Oficial do Estado de quarta (29) o edital de chamamento público para escolha da organização social que irá operar o Serviço Móvel de Urgência (Samu 192) no município.

O governador Renato Casagrande disse em sua rede social que 18 cidades do Sul do Espírito Santo receberão a expansão do Samu.

Victor Coelho estima que em até 90 dias esta licitação estará finalizada. Os três estiveram no bairro Baiminas, onde funcionará a futura sede do Samu e da Central de Ambulâncias. Confira o vídeo.

Cenário atual

O Samu 192 foi implantado no Espírito Santo em 2005 por meio de convênio firmado entre a Secretaria da Saúde e a Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Vitória.

No Espírito Santo, a área de abrangência atual do SAMU 192 compreende 18 municípios: Afonso Cláudio, Anchieta, Brejetuba, Cariacica, Domingos Martins (atendido pela base de Marechal Floriano), Fundão, Guarapari, Itaguaçu, Itarana (não possui base municipal), Marechal Floriano, Piúma, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, Serra, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Velha e Vitória, abrangendo uma população de aproximadamente 2,2 milhões de habitantes, o que corresponde a 55% de cobertura populacional.

Ambulâncias do Samu. Foto: Hélio Filho/Secom

Além das unidades terrestres móveis de suporte básico e avançado, o Samu conta também com o apoio do Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (Notaer) para o resgate aeromédico, em parceria com a Secretaria da Casa Militar.

Aproximadamente 80% do custeamento são mantidos com recursos próprios e apenas 20% com recursos federais. A participação dos municípios na manutenção do Samu 192 limita-se ao custeio das despesas de utilização e conservação das bases municipais.

Quando acionar o Samu 192

• Parada cardiorrespiratória
• Dor bem forte no peito (infarto)
• Dificuldade de respirar/engasgo
• Suspeita de acidente vascular cerebral (derrame)
• Intoxicação (envenenamento)
• Queimadura grave
• Choque elétrico
• Acidente de trânsito com vítima
• Queda grave e fratura
• Afogamento
• Surto psiquiátrico
• Ferimento causado por arma de fogo ou arma branca
• Trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o bebê

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: