fbpx
DiaaDiaES.com.br
Economia Geral

“Provocação rasteira”, diz Casagrande sobre zerar ICMS de combustível

Em visita a Castelo, na região Sul do Espírito Santo, nesta segunda-feira (10), onde inaugurou a reforma e ampliação da Escola Estadual João Bley, o governador Renato Casagrande classificou como uma “provocação rasteira” do presidente Jair Bolsonaro que os mandatários estaduais zerem o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o preço dos combustíveis.

Bolsonaro tem culpado os governadores pela alta do preço dos combustíveis. Segundo ele, apenas a esfera federal tem sido responsabilizada pelos aumentos. “Eu zero o federal hoje se eles zerarem o ICMS. Está feito o desafio aqui agora”, disse o presidente.

“Queremos mostrar que a responsabilidade final do preço não é só do governo federal. Nós temos aqui PIS, Cofins, Cide. Vai onerar para nós também, mas os nossos governadores têm que ter, obviamente, responsabilidade no preço final do combustível”, ressaltou Bolsonaro.

Leia mais: Casagrande revive tempos de estudante ao inaugurar escola em Castelo

Vinte e três governadores se manifestaram por meio de carta contra a estratégia de Bolsonaro. No documento enviado ao presidente, evidenciaram que os estados possuem autonomia para definir as alíquotas de ICMS e que o setor de combustíveis é responsável por cerca de 20% da arrecadação do tributo.

Confira o que disse Casagrande no vídeo.

Carregando....