DiaaDiaES.com.br
Giovanni, que mora em Piúma, é um dos curados. Crédito: acervo de família

Primeiro paciente internado com Covid na UTI em Cachoeiro já está em casa

Para o alívio da família, já está em sua casa, em Piúma, o motorista de aplicativo Giovanni D’angelis de Almeida, 55 anos primeiro paciente internado com coronavírus, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro.

Giovanni ficou 13 dias internado em Cachoeiro, deste período 10 na UTI do hospital, onde ficou entubado, respirou por aparelhos e precisou ficar em coma induzido. Ele teve alta na quinta (30).

A filha de Giovanni, a administradora de empresas, Paula D’angelis, 32 anos, comemorou: “Foi uma surpresa. Nem esperávamos. Mas graças a Deus, estamos com ele aqui. Esses dias todos vivemos uma grande tensão. Mas hoje eu pude relaxar  e consegui até dormir melhor, pois meu pai está aqui, está em segurança, não corre risco de vida mais”.

O motorista de aplicativo começou a sentir os primeiros sintomas da doença no dia 4 de abril. No início, começou como um resfriado. Giovanni começou a se queixar de falta de ar e foi levado para o Hospital e Maternidade Anchieta no dia 15.

No dia 17, ele foi transferido para a Santa Casa, permanecendo na UTI até segunda-feira (27), quando mudou para a enfermaria. A cena foi comemorada pelos funcionários e o momento da troca de setor foi registrado em vídeo, que circulou nas redes sociais.

Na quinta-feira à noite a família recebeu a ligação do hospital de que o paciente teve alta. “Foi uma surpresa para nós. Ele chegou muito debilitado, com dificuldade de andar, mas hoje já está se sentindo bem melhor graças a Deus”, comemorou a filha.

Segundo Paula, a família vai precisar manter o isolamento por orientação dos médicos. “Nem pudemos abraça-lo quando chegou, pelo fato dele ter ficado no hospital. Está no quarto, bem quietinho. Minha mãe fica mais com ele, mas ela nem está dormindo lá por enquanto”, explicou.

Carregando....