fbpx
20.1 C
Vitória
quinta-feira - 17 de outubro de 2019
DiaaDiaES.com.br
Cada ponte suporta até 45 toneladas. Foto: PMCI

Pontes de concreto substituem estruturas de madeira em comunidades rurais de Cachoeiro

O distrito de Córrego dos Monos e a comunidade de Campo de São Felipe, área rural do bairro Aeroporto, em Cachoeiro de Itapemirim, tiveram as pontes de madeira substituídas por estruturas de concreto.

Mais seguras e resistentes, as novas pontes suportam até 45 toneladas.

Serviços de edificação, executados com o uso de vigas de sustentação doadas pela Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), estão sendo finalizados pelas secretarias municipais de Agricultura e Interior (Semai) e de Obras (Semo) de Cachoeiro, em parceria com moradores.

Fragilidade

Marco Antônio Bastos Martins, produtor de café e milho em Campo de São Felipe, relata que, antes das novas estruturas, o escoamento de produtos era dificultado por causa da fragilidade da ponte de madeira. 

“Precisávamos fazer duas, três viagens para conseguir atravessar com os produtos, com segurança”, conta.

O produtor acredita que a melhoria pode ajudar a promover o crescimento da comunidade, uma vez que a passagem recém-restruturada possibilitará o acesso de veículos com materiais de construção.

“Agora, as pessoas vão poder construir mais moradias por aqui. Ficou muito mais seguro. Vai nos ajudar bastante na locomoção e no transporte”, afirma Marco Antônio.

Mobilidade

Para o secretário de Agricultura e Interior, Robertson Valladão, essas novas pontes devem contribuir para o desenvolvimento de outras atividades agrícolas na região.

“Essa é uma das ações para as quais estamos dedicando a maior atenção, seguindo a orientação da gestão atual, de facilitar a mobilidade das pessoas, com segurança”, frisa, acrescentando que em Córrego dos Monos também foi feito, recentemente, o serviço de patrolamento de estradas.

Carregando....