DiaaDiaES.com.br

Pedreiras legalizadas e certificadas na Feira do Mármore

As primeiras jazidas de mármore e granito que conseguiram certificação internacional de regularidade foram conhecidas nesta terça-feira (28) na abertura da Cachoeiro Stone Fair.

As certificações são resultado do projeto Pedreira Legal, uma iniciativa do Sindicato das Indústrias de Rochas Ornamentais (Sindirochas), em parceria com a Abirochas e o Centrorochas, com o objetivo de certificar todas as frentes de lavras legalizadas do país.

Nesse primeiro momento foram certificadas 25 jazidas de 10 empresas: Magban, Cajugran, Mameri, Bramagran, Angramar, Guidoni, Brasilmag, Minete, Alvorada e Brumagran.

“Começamos com empresas capixabas, mas nosso objetivo é certificar todas as pedreiras no Brasil. Estamos fechando parceria com os sindicatos dos outros estados e instituições do setor de rochas estadual e nacional”, ressaltou o presidente do Sindirochas, Tales Pena Machado.

A certificação é feita pela alemã TÜV Rheinland. “Buscamos uma empresa multinacional com reconhecimento internacional e vamos continuar trabalhando para que se torne cultura adquirir materiais sempre de fontes regulares”.

A TÜV Rheinland possui escritórios em várias partes do mundo. Para conseguir o certificado, a empresa dona da jazida deve seguir um protocolo, comprovando possuir documentos na área mineral e ambiental. O custo não é elevado, cerca de R$ 200 por pedreira.

A meta do sindicato, explicou Tales, é que ao longo do tempo, na medida que novas jazidas forem certificadas, o país comece a ganhar visibilidade internacional como área de pedreiras legalizadas. É um diferencial a mais para o produto nacional no momento da exportação.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: