DiaaDiaES.com.br

Noemi Borges: “Vamos juntos construir a cidade que queremos ter”

O engajamento com causas sociais e a vontade de servir a cidade foram os principais motivos para Noemi Nantes Borges disputar uma das 19 vagas na Câmara de Vereadores de Cachoeiro de Itapemirim nas eleições deste ano. A candidata quer contribuir com o crescimento e o desenvolvimento da maior cidade do Sul do Estado.

Casada há 18 anos com Marcos Falsoni, Noemi é mãe de Rebeca, de 12 anos, e Marcos Filho, de seis anos. Formada em Ciências Jurídicas, especializada pela Escola Superior do Mistério Público, já atuou como conciliadora no Juizado Especial Adjunto Civil. Além disso, ela também atuou como vice-presidente do Conselho de Direitos da Mulher de Cachoeiro; e é consultora e palestrante na área de defesa e garantias de direitos da mulher, crianças e idosos.

Atuante no município e na Primeira Igreja Batista de Cachoeiro, Noemi desenvolve projetos de capitação de recursos para ONGs e projetos sociais. Atualmente, está há dois anos à frente do Trabalho Feminino da Denominação Batista do ES; faz parte da equipe de cooperação e desenvolvimento da Agenda Mulher programa do Governo do Estado de conscientização e mobilização da violência contra a mulher, desenvolvido pelo gabinete da vice-governadora; e é membro da equipe da Mentoria Independência Digital.

“Entendo que essa candidatura é uma missão. É um compromisso que tenho como cristã em servir a minha cidade e as pessoas, demonstrando o amor ao próximo. Aquele que sabe fazer o bem e não faz, está pecando. Tive a oportunidade de me tornar alguém relevante na minha cidade e penso que podemos transformá-la em um lugar melhor para se viver”, garante.

Projetos

Noemi ressalta que o papel do vereador em fiscalizar as ações do executivo e a aplicação do nosso dinheiro deve ser a primeira ação de trabalho, e conta que vai atuar para tornar Cachoeiro uma cidade inclusiva e com mais oportunidades para os moradores.

“Tenho visto a real necessidade da criação de uma Lei que obrigue a retirada das pessoas em situação de rua e as encaminhe para uma casa abrigo, onde possam ser assistidas em suas necessidades básicas bem como orientação e tratamento das práticas que causam dependência química, que afetam o psique e o emocional, impedindo-as de terem uma vida proativa. Receberiam tratamento psicológico, odontológico e assistência social. Há casos em que perderam a dignidade, o contato com a família e estão esquecidos. Na Casa de Apoio seriam ouvidas e, depois de retomada a sua capacidade de escolha, haverá oportunidade de engajamento em atividades rentáveis que visem o sustento. É preciso construir uma ponte entre o Poder Público e as empresas privadas, bem como programas de Governo voltados a essa área”, ressalta.

Outro foco de trabalho de Noemi Borges será a inclusão. “Ainda há muito para avançar. Os espaços públicos precisam se adaptar para atender os deficientes físicos de todas as áreas. Pretendo criar Lei em nosso município que obrigue a presença de interprete de libras durante as Sessões da Câmara e em todos os atos do Executivo”, explica.

Além disso, ela quer atuar na ampliação das garantias de direitos para as crianças e mulheres. “Criar uma casa de apoio às mulheres vítimas de violência doméstica, que também oportunize a elas sua independência financeira e qualificação profissional para não mais depender economicamente de seu agressor. Essa ainda é uma das causas que fazem com que a vítima da violência doméstica continue na convivência de seu agressor e não denuncie”, pontua.

Trabalho

“Ao me escolher, o eleitor pode contar com uma mulher honesta, justa e que fará o seu melhor, com a ajuda de Deus, para transformar nossa cidade em um lugar melhor para se viver, onde a mulher é respeitada, onde podemos criar nossos filhos bem como cuidar das pessoas com amor”, continua.

Noemi diz que está confiante. “Por onde tenho passado, tenho ouvido que a política precisa de gente nova e honesta com vontade de fazer o bem. Nesses 45 dias que antecedem as eleições iremos conscientizar os cachoeirenses sobre nossa proposta de trabalho. Estou empenhada em provar que tenho a grande oportunidade de transformar a história da nossa cidade nos próximos quatro anos. O eleitor tem a arma mais poderosa para fazer isso acontecer: o voto. Convido a todos para se unirem a nós, pessoas de bem, com capacidade e amor no coração para mudar o rumo da política e cuidar bem das pessoas. Vamos juntos construir a cidade que queremos ter”, completa.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: