DiaaDiaES.com.br
Foto ilustrativa: Pixabay

Médica de Cachoeiro orienta sobre cuidados com a pele ao usar máscara

A pandemia do novo coronavírus levou a população a adotar um novo hábito: usar máscara como item obrigatório de segurança. Mas para evitar que o acessório se transforme em um transtorno para a pele, a médica dermatologista Roberta Goltara, da Santa Casa Cachoeiro, orienta sobre cuidados com a proteção facial.

“O ambiente quente e úmido provoca uma alteração da microbiota normal da pele, levando ao agravamento de casos de acne e dermatite seborreica”, explicou.

A médica informou ainda que o atrito da máscara também leva a uma piora da acne e pode causar dermatite de contato.

Roberta Goltara é dermatologista. Foto: Santa Casa Cachoeiro

“Em profissionais de saúde que usam a máscara N95 por muitas horas a pele pode desenvolver hiperpigmentação e até mesmo hematomas devido ao atrito constante”.

Mas não é por isso que a população deve deixar de usar máscara. Muito pelo contrário. O equipamento é fundamental para a segurança todos, além de evitar a contaminação e a propagação do novo coronavírus.

A médica explica que com cuidados simples é possível se proteger da Covid-19 sem prejudicar a pele durante esse período de pandemia.

Uma das principais recomendações é dar preferência para máscara de algodão, sem tingimento, e que seja adequada no rosto para evitar que fique muito apertada.

Outra dica é evitar o uso de maquiagem e deixar sempre a pele bem hidratada, lavando o rosto sempre que retirar a máscara.

“Lembrando que essas são apenas dicas e se você estiver sofrendo com alguma dessas patologias é importante marcar uma consulta com o médico dermatologista”, aconselhou.

Confira as dicas

• Dê preferência por máscaras de algodão, sem tingimento, e que seja adequada para seu rosto.

• Evite o uso de maquiagem.

• Hidrate a sua pele. Invista em ativos reparadores e calmantes. Evite produtos abrasivos.

• Lave o rosto assim que retirar a máscara.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: