DiaaDiaES.com.br
Jerônimo Monteiro é porta de entrada da região turística do Caparaó. Foto: PMJM

Jerônimo Monteiro pode integrar região do Caparaó capixaba

O Projeto de Lei (PL) 442/2020, de iniciativa do governo do Estado, propõe que a cidade de Jerônimo Monteiro, que atualmente faz parte da microrregião Central Sul, passe a integrar a microrregião do Caparaó capixaba, sob o argumento de que o município é a porta de entrada da região para aqueles que chegam da Grande Vitória ou Litoral Sul.

A proposição visa formalizar o entendimento da população dos municípios vizinhos de que Jerônimo Monteiro constitui parte, de fato, daquela região turística.

O PL 442/2020 atende a uma indicação de autoria do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Erick Musso (Republicanos), que justifica que o município é a primeira cidade, ou seja, a porta de entrada da região do Caparaó capixaba.

“O município criou Circuito Turístico da Laranja e do Esporte de Aventura, destacando vários locais para visitação e prática de esportes, sendo de interesse regional e turístico”, explicou Musso.
A proposta aguarda parecer das comissões de Justiça e Finanças para seguir para apreciação em Plenário.

Microrregiões

O Espírito Santo está dividido em dez microrregiões administrativas, de acordo com a Lei 9.768, de 26 de dezembro de 2011: (1) Metropolitana, (2) Central Serrana, (3) Sudoeste Serrana, (4) Litoral Sul, (5) Central Sul, (6) Caparaó, (7) Rio Doce, (8) Centro-Oeste, (9) Nordeste, e (10) Noroeste.

Com a alteração proposta, a Microrregião do Caparaó passa a ser composta por 12 municípios: Alegre, Bom Jesus do Norte, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: