fbpx
29.9 C
Vitória
quinta-feira - 20 de fevereiro de 2020
DiaaDiaES.com.br
Foto: Adriano Brilhante Kury

Incêndio no Museu Nacional queimou pesquisas feitas em Vargem Alta

Entre as cinzas do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, consumido pelo fogo na noite do último domingo (2), está parte de pesquisas e amostras sobre aracnídeos feitas em uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de Vargem Alta.

Segundo João Luiz Madureira, proprietário da RPPN “Mata da Serra”, as pesquisas foram feitas entre 2015 e o primeiro semestre de 2018 por pesquisadores do Laboratório de Aracnologia do Museu Nacional, que solicitaram visita à reserva para fazerem o levantamento, já que o local possui grande bioma de invertebrados.

Lá, o grupo de quatro pesquisadores encontrou mais de 100 aracnídeos entre aranhas e opiliões, que são animais invertebrados da classe dos aracnídeos.

Na blusa de Gustavo há uma Aranha Chicote, encontrada na RPPN

Por sorte, segundo o pesquisador Gustavo Silva de Miranda, parte destas pesquisas e do material coletado na reserva está no campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro e na FioCruz. Portanto, estão salvas.
Gustavo é pós-doutorando no Smithsonian Institution, com doutorado na Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, ex-aluno do Museu Nacional e pesquisador colaborador do laboratório de Aracnologia.

“É uma grande perda pelo inestimável valor que o material biológico por si só tem. Além disso, todo o esforço e dinheiro que investimos na coleta desse material foi por água a baixo”, contou.

A última pesquisa realizada em Vargem Alta aconteceu em janeiro deste ano. Ainda segundo Gustavo, o que trouxe certo alívio aos pesquisadores foi o convite e apoio para novas pesquisas feitas por João Luiz, dono da RPPN.
“Com apoio do João, que entrou em contato conosco oferecendo todo apoio, pretendemos retornar em breve à reserva e continuar nossas pesquisas”, finalizou.

Incêndio

O incêndio começou por volta das 19 horas de domingo (2) e só foi controlado após às 2 horas. As causas do incêndio que consumiu parte da historia brasileira estão sendo investigadas pela Polícia Federal, mas até o momento o laudo pericial não foi divulgado.

O Palácio de São Cristovão fica no interior do parque da Quinta da Boa Vista e completou 200 anos em junho deste ano.

O local abrigava mais de 20 milhões de itens, entre pesquisas, fosseis e amostras. Entre elas, está Luzia, o fóssil mais antigo da America Latina, com de 13 mil anos.

RPPN Mata da Serra

A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) “Mata da Serra”, em Vargem Alta, foi fundada em 2008.
A reserva fica dentro do sítio Recanto da Serra, que tem 22,90 hectares. Destes, 14,54 hectares são de área de Mata Atlântica.

A mata também é uma Área de Soltura e Monitoramento de Animais Silvestres (Ammas), credenciada ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Para visitar a reserva basta entrar em contato com João Luiz Madureira, um dos proprietários, por meio do telefone 28 99915-6889 ou acessar www.caminhadasetrilhas.com/rppnmatadaserra

Carregando....