DiaaDiaES.com.br

Funcionários públicos e empresários também foram alvos de ação da PF

Polícia Federal (Foto: Reprodução)

A segunda fase da operação Snack Zero, deflagrada na manhã desta quarta-feira (16), pela Polícia Federal em Cachoeiro de Itapemirim, teve como alvo funcionários públicos municipais e empresários do município, além da Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com a Polícia Federal, na ação foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal. A investigação apura suspeita de desvio de recursos públicos, que eram examinados à merenda escolar no município.

Os mandados foram cumpridos em residências de funcionários públicos municipais, empresários e na Secretaria Municipal de Educação. Nesses locais, foram apreendidos documentos e mídias eletrônicas que serão objeto de análise posterior.

Na primeira fase da operação, realizada em fevereiro de 2019, a polícia identificou compra de produtos alimentícios vencidos para escolas de oito municípios capixabas. O esquema contava com a participação de empresas que superfaturavam a mercadoria e combinavam entre si o tabelamento dos preços.

Por meio de nota, a Prefeitura de Cachoeiro informa que ainda não teve acesso ao processo. A Procuradoria Geral do Município (PGM) vai averiguar o que se trata para definir quais providências serão adotadas. A Prefeitura deixa claro que está a disposição dos órgãos de controle para quaisquer esclarecimentos.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: