DiaaDiaES.com.br

Espírito Santo tem mais de 160 mil doadores de medula óssea cadastrados

Foto: Divulgação

Neste sábado (19), é comemorado o Dia Mundial do Doador de Medula Óssea. A data tem como objetivo a conscientização da população sobre a importância desse ato.

De acordo com o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), o Brasil tem pouco mais de 5,2 milhões de doadores cadastrados. Só no Espírito Santo são 161.536 mil cadastros, sendo 5.667 foram realizados de janeiro a julho de 2020. No ano de 2019, nesse mesmo período, o Estado registrou 5.338 novos cadastros.

A diretora do Centro Estadual de Hemoterapia e Hematologia Marcos Daniel Santos (Hemoes), Marcela Gonçalves Murad, destaca o aumento na procura para a realização do cadastro e que essa solidariedade por parte dos cidadãos contribui no processo de salvar vidas.

“Anualmente, notamos um aumento significativo nos cadastros de medula óssea, contribuindo para que haja mais chances de encontrar compatibilidade entre doadores e receptores. Dessa forma, o número de vidas salvas pode ser ainda maior”, disse Marcela Murad.

Como ser doador?

No Espírito Santo, os cadastros para ser doador são realizados pelo Hemoes. Podem doar pessoas com idade entre 18 e 54 anos em bom estado de saúde. Ao realizar o cadastro, é coletado um tubo de sangue (5 ml) para o teste de compatibilidade, conhecido como Histocompatibilidade (HLA). Não é necessário jejum.

É preciso também preencher a ficha de cadastro corretamente, com nome da mãe, RG, CPF e endereço, que serão colocados no banco de dados do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), com o resultado do exame de HLA.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: