DiaaDiaES.com.br
Foto: Sesa

Espírito Santo registra 898 novos casos de câncer de mama em 6 meses

Com o tema “Quanto antes melhor”, a campanha Outubro Rosa, lançada nesta quinta-feira (1º) pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), tem como objetivo conscientizar a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. No Espírito Santo, este tipo de tumor é o maior causador de óbitos por câncer. Segundo dados preliminares do Sistema de Informação de Mortalidade da Secretaria  de Estado da Saúde (Sesa), foram registrados 361 óbitos pela doença em 2019. De janeiro a agosto de 2020, 197 mulheres morreram em decorrência da doença.

De acordo com dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS), de janeiro a julho de 2020 o Estado registrou 898 casos de câncer de mama. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que o Brasil terá 66.280 novos casos de mulheres com esse tipo de câncer até o final do ano. Ainda segundo a estimativa, o Espírito Santo registrará 790 casos e a Grande Vitória terá 80 novos casos no mesmo período.

Descoberta tardia

O médico Ary Célio de Oliveira, referência da Área Técnica de Saúde da Mulher da Sesa, aponta que 45,3% das mulheres descobrem a doença em estado avançado. O especialista afirma que para mudar essa estatística, é necessário a realização dos exames periodicamente, além de manter alimentação saudável e realizar atividades físicas.

“Para a prevenção de diversas doenças, entre elas o câncer de mama, é importante a realização regular de atividades físicas, ter uma dieta equilibrada, manter o peso ideal e, principalmente, evitar o consumo excessivo de álcool e cigarros”, explicou o médico.

Ary Célio destacou ainda que quanto mais precoce o diagnóstico, maiores as chances de obter êxito positivo no tratamento. “As ações de detecção precoce do tumor têm como objetivo identificar as lesões pré-malignas ou câncer ainda no órgão de origem. Assim, as chances de ter sucesso no tratamento são maiores”, informou.

Onde buscar tratamento

O Espírito Santo conta com um estabelecimento de saúde habilitado como Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) e seis estabelecimentos de saúde habilitados como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) para o tratamento de câncer de mama:

• Hospital Santa Rita de Cássia (HSRC-AFECC) – instituição filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS), classificada como Cacon;

• Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, classificada como Unacon;

• Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam) – instituição pública federal, vinculada à Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), classificada como Unacon;

• Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória (HSCMV) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, classificada como Unacon, vinculada a instituição de ensino (Emescam);

• Hospital Evangélico de Vila Velha (HEVV) – instituição filantrópica, conveniada ao SUS, classificada como Unacon, vinculada a instituição de ensino (Univix);

• Hospital Maternidade São José (HMSJ) – instituição filantrópica, vinculada ao SUS, classificada como Unacon;

• Hospital Rio Doce – instituição filantrópica, vinculada ao SUS, classificada como Unacon.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: