fbpx
31.8 C
Vitória
quinta-feira - 20 de fevereiro de 2020
DiaaDiaES.com.br

Diesel já começa a subir nos postos e caminhoneiros falam em greve

Não foi bem recebido pela classe dos caminhoneiros o reajuste no óleo diesel. A categoria já fala em greve e ainda maior do que a última, que parou o país.

Em Cachoeiro de Itapemirim, alguns postos já praticam novo valor no diesel, enquanto outros aguardam o término do estoque para reajustar o preço.

No posto Carioquinha, por exemplo, o óleo diesel até este domingo (2) está a R$ 3,29, mas a previsão é de aumento no preço nesta segunda (3), em pelo menos R$ 0,30 por litro, com a chegada de novo carregamento.

Já no posto Sena o preço do óleo diesel subiu de R$ 3,47 para R$ 3,77.

Líder da categoria em Cachoeiro, Ary Correa disse que os motoristas estão preocupados: “não queremos paralisar outra vez. Mas se não tiver jeito, vamos parar tudo de novo. O Brasil não está preparado para outra paralisação”, comentou.

De acordo com Correa, a categoria deve se encontrar em Brasilia no dia 12 para uma nova negociação. Eles reivindicam reajuste do frete, já que o novo valor do diesel vai encarecer o transporte.

“Não posso afirmar que haverá uma nova greve, queremos negociar. Mas, pode ser uma paralisação ainda maior. Estamos em período político e, muito provável, vamos tentar um novo acordo antes de qualquer decisão”, finalizou.

A Petrobras informou que o preço médio do diesel foi reajustado em +13,0%, e passou a ser de R$ 2,2964 por litro. O valor reflete a média aritmética dos preços do diesel rodoviário, sem tributos, praticados pela Petrobras em suas refinarias e terminais no território brasileiro.

Este novo período do programa prevê o ajuste nos preços médios nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte sem Tocantins e Nordeste com Tocantins.

A condição de pagamento da subvenção à comprovação de que os preços praticados pelas empresas habilitadas sejam inferiores aos preços de comercialização definidos pela ANP para as cinco regiões será mantida.

Carregando....