fbpx
25.5 C
Vitória
quinta-feira - 14 de novembro de 2019
DiaaDiaES.com.br

Concurso do café conilon de Cachoeiro entra na penúltima fase

O 7º Concurso de Qualidade e Sustentabilidade de Café Conilon de Cachoeiro, organizado pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Interior (Semai), chegou a sua penúltima fase, que é a degustação das amostras de café inscritas.

Fragrância, sabor, finalização, amargor, acidez, salinidade, corpo, doçura, uniformidade e xícara limpa serão os quesitos avaliados para a definição de uma nota geral para cada amostra.

A análise das 45 amostras que participam do concurso será realizada no Laboratório de Classificação Física e Sensorial do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Alegre.

As dez propriedades que tiverem cafés classificados com maiores pontuações serão visitadas por dois técnicos indicados pela comissão organizadora do concurso, que terão a responsabilidade de efetuar a avaliação de sustentabilidade da propriedade.

Laudos técnicos

Os participantes que não forem classificados para a fase final receberão laudos técnicos sobre sua amostra. O objetivo do concurso é identificar e incentivar os agricultores cachoeirenses que produzem cafés conilon de qualidade, promovendo uma cafeicultura socialmente justa, ambientalmente correta e economicamente viável.

“A intenção é motivar os produtores a adotarem algumas práticas importantes em suas propriedades para contribuir com a melhoria do café e o aumento da produtividade. Sabemos da qualidade do café conilon em Cachoeiro, então o que queremos é orientar os cafeicultores para que agreguem ainda mais valor ao seu produto”, frisa o secretário municipal de Agricultura e Interior, Robertson Valladão.

Premiação

A premiação será realizada em dezembro. Serão distribuídos R$ 18 mil para os cinco primeiros colocados. O vencedor levará R$ 8 mil e o segundo, R$ 4 mil. O terceiro, quarto e quinto lugares serão premiados, respectivamente, com R$ 3 mil, R$ 1.750 e R$ 1.250.

Conforme a pontuação conquistada após uma avaliação sensorial haverá um bônus, que vai variar de R$ 1.250 a R$ 7 mil.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: