DiaaDiaES.com.br

Centro de referência para pessoas em situação de rua completa um ano

Centro Pop (Foto: PMCI)

O Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua, o Centro Pop, de Cachoeiro de Itapemirim completa um ano nesta quarta-feira (14).

Localizada na rua Deodoro da Fonseca, nº 98, no bairro Independência, a unidade batizada de “Espaço Vida” é um ponto de apoio para pessoas que, conforme a Política Nacional para a População em Situação de Rua, vivam em espaços públicos por pobreza extrema, vínculos familiares fragilizados ou rompidos e não tenham moradia convencional regular.

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), com o Centro Pop, a pessoa em situação de rua em Cachoeiro passou a ter acesso a um espaço adequado para higienização, lavagem e secagem de roupas, alimentação e banho, além de atendimento por equipe técnica especializada.

No seu primeiro ano de atividade, o Espaço Vida assistiu, em média, 60 pessoas por mês, com cerca de 30 atendimentos por dia. Com o apoio do serviço, 90 pessoas deixaram as ruas (foram 64 reinserções familiares a partir de concessão de passagens para retorno aos municípios de origem e 26 conseguiram moradia, por meio de aluguel). Sempre que necessário, os usuários são encaminhados para serviços de saúde.

Funcionamento

No Espaço Vida, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, os assistidos têm acesso a atendimentos individuais e coletivos com assistente social, psicólogo, terapeuta ocupacional e pedagogo, além de espaços para alimentação, higiene pessoal, limpeza de roupas e guarda de pertences. Oficinas e atividades de convívio e socialização foram interrompidas durante a pandemia, mas voltarão a ser realizadas assim que possível.

O serviço pode ser acessado de forma espontânea, por encaminhamento do Serviço Especializado em Abordagem Social, por outros serviços da assistência social ou política pública e por órgãos do Sistema Judiciário.

Para acolhimento provisório, os usuários do serviço são encaminhados para a Casa de Passagem “Santa Tereza de Calcutá”, que funciona no bairro BNH, mantida pela Cáritas Diocesana, e que recebe repasse financeiro da Semdes para fins de execução do serviço.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: