DiaaDiaES.com.br
Imagem de videomonitoramento ajudou a identificar suspeito. Foto: PMM

Acusado de atacar mulheres em Marataízes é preso pela polícia

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (1º) um motoboy de 24 anos suspeito de atacar dezenas de mulheres em Marataízes e em Itapemirim, no Litoral Sul do Espírito Santo. Na Delegacia Regional de Itapemirim, até as 13 horas, pelo menos oito vítimas foram até lá e reconheceram o rapaz.

O delegado de Itapemirim, Djalma Pereira Lemos, acredita que o número de vítimas pode ser maior e pede que outras mulheres compareçam à delegacia para fazer identificar o suspeito.

A reportagem ouviu quatro vítimas do maníaco e todas relataram que a forma de agir do suspeito era sempre igual. Ele se aproximava em uma moto antiga e, sem sair do veículo, passava a mão nas partes íntimas das mulheres. Depois acelerava e ia embora.

“Pessoas não podem mais caminhar. São muitos casos. Fiquei horrorizada. Alguns dizem que ele está armado e ataca jovens, crianças e senhoras idosas”, disse a funcionária pública Adriana Paula Viana, antes de tomar conhecimento da prisão do motoboy.

Ela não foi atacada, mas afirmou estar indignada ao saber de tantos casos e resolveu pedir a ajuda da polícia e da imprensa.

Uma das vítimas foi uma empresária de 44 anos, moradora da Barra. “Percebi uma moto se aproximando. Achei que fosse ser assaltada. Ele passou a mão nas minhas partes íntimas. Fiquei em choque e não consegui fazer nada além de chorar e sentir muito nojo”, disse.

Filha atacada

Uma professora de 43 anos disse que estava pedalando com a filha de 20 anos, quando a jovem foi atacada pelo maníaco. “Eu estava um pouco atrás, quando o homem chegou de moto. Não deu para eu perceber direito. Foi muito rápido. Só vi minha filha me chamando assustada e chorando”, lamentou a mãe.

O portal Dia a Dia não vai divulgar a identidade das vítimas. Já a identificação do motoboy não foi divulgada pela polícia em função das restrições impostas na Lei de Abuso de Autoridade.

Campana na estrada para prender rapaz

O motoboy de 24 anos suspeito de atacar mulheres no Litoral Sul foi preso às 8 horas desta terça-feira (1º), na estrada que liga Itapemirim a Rio Novo do Sul. Policiais ficaram de campana no local desde as 6 horas e identificaram o rapaz por algumas características da moto e do físico do acusado.

“Suspeitamos que ele estivesse partindo para atacar novamente”, disse o delegado de Itapemirim, Djalma Pereira Lemos.

Segundo o secretário de Segurança de Marataízes, Anderson Gouveia, a polícia estudou as imagens de videomonitoramento de Marataízes e Itapemirim. Elas permitiram traçar a rota do suspeito.
“Foi uma ação eficiente dos policiais civis e resultado de trabalho conjunto das forças de segurança”, destacou.

O delegado informou que o rapaz vai responder pelo artigo 215-A do Código Penal, por abuso sexual mediante lascívia, com pena que varia de 1 a 5 anos, porém podendo ser mais elevada a penalidade em função do número de vítimas.

Carregando....
%d blogueiros gostam disto: